Prefeito de Caaporã participa de reunião para definir implantação de unidade de triagem de resíduos sólidos que atenderá também Alhandra e Pitimbu

 

O prefeito de Caaporã Kiko Monteiro e demais gestores municipais que foram selecionados para participarem como SEDES REGIONAIS no PROGRAMA PARAÍBA MAIS SUSTENTÁVEL, participaram nesta terça-feira (19 de abril), de um encontro promovido pelo Governo do Estado, para definir detalhes finais sobre a instalação das Unidade de Triagem de Resíduos Sólidos com capacidade para receber e tratar os resíduos dos demais municípios da sua área. 

Caaporã ficou com a responsabilidade de receber os resíduos recicláveis de Alhandra e Pitimbu, para juntamente com os gerados em seu próprio território, serem separados por tipo, acondicionados e comercializados através da Cooperativa de catadores, a qual já está em fase de implantação com o apoio da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). 

Na citada reunião, que foi realizada na SEDAM, com a presença do seu titular e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Caaporã se destacou pela maneira eficaz como está conduzindo o processo de implantação, não somente da Unidade de Triagem que lhe compete, mas também com o apoio aos catadores para a organização da Cooperativa, da articulação com os demais municípios e internamente com a Câmara de Vereadores, as lideranças e instituições parceiras, além da articulação com as diversas Secretarias, o que é indispensável para a assimilação do processo pela comunidade, a educação ambiental a partir das escolas e o respaldo do Ministério Público que tem acompanhado de modo contínuo as ações desenvolvidas. 

“Essa exposição do trabalho foi importante para motivar os demais municípios, tendo como destaque a apresentação do Projeto de Construção já adaptado à realidade do município, inclusive com imagens em 3D, o que facilitou a assimilação da proposta trazida pelo Secretário de Desenvolvimento e da Articulação Municipal, definindo qual deverá ser a participação do Estado e dos Municípios, respectivamente no processo”, informou o prefeito Kiko Monteiro. 

Em suma, ficou bem claro que, apesar das dificuldades encontradas, a decisão de partir na frente com a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, em Caaporã, se configura mais do que o simples cumprimento da letra fria de uma lei. É um ato de responsabilidade da gestão e um gesto de amor de um líder pelo seu povo. 

Portal do Litoral

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.