Enfermeiros e técnicos de enfermagem contratados pelo governo de Pernambuco fazem protesto no Recife por piso salarial e férias

 Enfermeiros e técnicos em enfermagem protestaram, no Recife, por reajuste salarial — Foto: Elvys Lopes/TV Globo

G1

Enfermeiros e técnicos em enfermagem contratados pelo governo do estado fazem um protesto, nesta quinta-feira (10), por melhores condições de trabalho. Após se reunirem em frente ao Hospital da Restauração, na área central do Recife, eles saíram em caminhada em direção ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no bairro de Santo Antônio.

Entre as pautas das duas categorias, estão a criação de um piso salarial, a estruturação de um plano de cargos e carreiras e, ainda, a concessão de férias.

Em janeiro, o governo proibiu, por tempo indeterminado, os profissionais de saúde de tirarem férias devido à pandemia da Covid-19, mas manteve a permissão para realizar eventos com até 3 mil pessoas. Essa autorização se manteve em vigor até a quarta-feira (09), quando o público em eventos foi reduzido para 500 pessoas.

Os trabalhadores também pediram que haja, a nível federal, a aprovação do projeto de lei 2564/2020, que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Os enfermeiros e técnicos em enfermagem se reuniram às 8h, em frente ao Hospital da Restauração. Eles saíram em caminhada pela Avenida Agamenon Magalhães, um dos principais corredores viários do Recife.

Resposta

O G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde para saber se as pautas das categorias serão atendidas. Por meio de nota, o governo afirmou que “as medidas de valorização de pessoal para o exercício de 2022 estão sendo negociadas”.

Com relação ao piso salarial, “a União, estados, municípios e todos os serviços públicos e privados de saúde do país aguardam a resolução dos debates em torno da matéria, que tramita no Congresso Nacional”.

A SES informou que “sempre atua na busca da valorização dos profissionais que atuam na pasta” e que, em 2016, foi implementado um processo de avaliação de desempenho, que “resultou em um aumento salarial de 5% no primeiro ano e de 2,5%, no mínimo, nos anos subsequentes, para os servidores bem avaliados”.

Outra reivindicação atendida, segundo o governo estadual, foi a extensão da gratificação de desempenho nos períodos de gozo de férias e licença-prêmio.

“A SES reitera, ainda, que a suspensão temporária das férias visa manter o atendimento de saúde à população neste momento de alta de casos da Covid-19 e que essa é uma ação temporária. Por fim, ratifica que está aberta ao diálogo para qualificar a saúde pública no estado”, disse a secretaria, por meio de nota.


Pernambuco notícias blog

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.