Home Top Ad


MÍDIAS PRÓ-PT USAM BOATOS PARA OFENDER BOLSONARO E PRIMEIRA DAMA

Share:
Por Tarciso Morais
Insinuações de colunista da IstoÉ sobre uma suposta infidelidade de Michelle foram impulsionadas por mídias alinhadas à esquerda.
O presidente da República, Jair Bolsonaro, e a primeira-dama Michelle Bolsonaro ocuparam o topo dos assuntos mais comentados do Twitter ao longo do domingo (1º). 
Tudo começou com uma coluna publicada pelo jornalista Germano Oliveira, na revista IstoÉ, no último dia 21 de fevereiro. 
Nos três parágrafos que compõem o texto, o autor não apresenta fatos, apenas insinua uma suposta infidelidade da primeira-dama do Brasil. Confira:
Michelle Bolsonaro, de 37 anos, demonstra certo desconforto no casamento. Foi sozinha à festa de casamento da deputada Carla Zambelli, na sexta-feira 14.
Na véspera do Natal, resolveu fazer uma cirurgia nos seios, e o marido viajou para a praia na Bahia.
Nos últimos meses, viajava sozinha pelo País com o ministro Osmar Terra, que acaba de cair. Agora, Bolsonaro resolveu vigiá-la de perto e instalou-a na Biblioteca do Planalto.”
Apesar de ter sido publicado há mais de uma semana, o assunto ganhou força nas redes sociais apenas neste domingo com o apoio de personalidades, influenciadores, blogs e membros da imprensa alinhados aos partidos de esquerda e extrema-esquerda do país.
Ainda na noite de sábado (29), o perfil @SraPatalogica foi um dos primeiros a reacender o assunto no Twitter: “Gente, a Micheque e o Osmar Terra? Não pode ser… Bem, ao menos ele parece escovar os dentes e lavar a rola, já é um grande avanço pra ela”.
Na manhã de ontem, a revista Fórum repercutiu as insinuações do colunista, acrescentado que a demissão recente do ex-ministro da Cidadania, Osmar Terra, foi motivada por ciúmes.
Internautas divulgam várias notas onde o ex-ministro estaria com Michelle e sugerem que sua demissão tem relação com ciúme de Bolsonaro”, diz o texto do site. 
O blog Brasil 247 também repercutiu a narrativa do colunista como um “suposto caso extraconjugal no Palácio do Planalto”. 
Além de contribuir com a proliferação do boato, o blog Diário do Centro do Mundo ainda impulsionou a hashtag na rede social. “#BolsonaroCorno está nos Trending Topics do Twitter. São mais de seis mil mensagens”, diz o texto.
Fonte: Renova Mídia

Nenhum comentário