MPPE solicita investigações policiais sobre incêndios em Timbaúba

 Incêndios na zona rural de Timbaúba têm ocorrido de forma recorrente. Todos os anos esses eventos agridem a flora e a fauna, destroem plantações de cana-de-açúcar e outras culturas, além de exporem a população que mora nas proximidades das áreas atingidas a riscos de doenças respiratórias. 

O Brasil, hoje, por seu tamanho continental e diversidade de biomas (6), é observado e cobrado pelo mundo pela implementação de ações efetivas de preservação ambiental. 

O Brasil está participando da COP-26 (Conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas de 2021), um evento no Reino Unido que versa acerca de medidas que mitiguem ao máximo o impacto ambiental, e especialmente sobre investimentos internacionais em economias que respeitem o meio ambiente. Entre os dias 03 e 06/11/2021, o Promotor de Justiça, Dr. João Elias da Silva Filho, recebeu informes de que as áreas rurais do município (Engenhos Angelim e Araruna) estavam sendo atingidas, como em anos anteriores, por incêndios, tendo o referido membro do MPPE desencadeado a mobilização de produtores de cana-de-açúcar (COAF, Usina Olho D´água) e Corpo de Bombeiros para o enfrentamento do problema.

“O município de Timbaúba, cujo bioma é o da Mata Atlântica, não está imune ao cenário de responsabilidade ambiental e precisa reagir imediatamente a esse tipo de agressão”, esclareceu o membro do MPPE. 
Apesar do esforço de todos, grande área de vegetação e plantios (banana e cana) foram destruídas, tendo as chamas sido contidas no dia 06 de novembro. “A prevenção dos incêndios que vêm ocorrendo em Timbaúba de forma clandestina e criminosa, certamente, dependem da aliança de esforços entre poder público, sociedade e instituições privadas. 
Essa agressividade não pode continuar a ser tratada como uma questão acessória ou carente apenas de ações educativas”, declarou o Promotor de Justiça. 
Na última terça (09) com informes sobre a possível origem e responsabilidade pelo grande incêndio, a Curadoria do Meio Ambiente de Timbaúba requisitou instauração imediata de inquérito policial para elucidar o provável crime ambiental.

© 2013 - 2016. Todos direitos reservados a GIRO MATA NORTE. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher é assassinada dentro de casa no distrito de Goiana

Em Goiana Adolescente é alvejado por disparos, morre no hospital