CPI: Após atrito sobre relatório, Aziz e Renan estão sem se falar

 

Senadores Omar Aziz e Renan Calheiros Foto: Agência Senado/Pedro França

A relação entre os senadores Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid-19 no Senado, e Renan Calheiros (MDB-AL), relator da comissão, parece ter piorado de vez após as discordâncias a respeito do relatório final que será apresentado pelo emedebista nesta quarta-feira (20). Questões como o “vazamento” do documento e os indiciamentos apresentados irritaram Aziz.

De acordo com o colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles, Aziz confessou a colegas do colegiado que está “muito irritado” com o que chama de “vazamento” do relatório final por Renan, antes de discutir previamente o teor do parecer com os demais senadores do G7, como é chamado o grupo majoritário da CPI. Ao colunista, Aziz disse que sequer está falando com o senador de Alagoas.

– Só vou conversar quando ele [Renan] apresentar o parecer – disse Aziz, que ressaltou ter falado “somente o necessário” com o emedebista na sessão desta segunda-feira (18).

Apesar de Renan dizer que está “aberto” a discutir mudanças no relatório, Aziz diz que teme que o relator use a resistência de integrantes do G7 a algumas de suas ideias para o relatório final, para jogar a culpa nos colegas por eventuais não indiciamentos.

– Não quero que ele fale: ah, eu queria pedir o enforcamento do Bolsonaro, mas os colegas senadores não queriam – completou o senador do estado do Amazonas.

Pleno News

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher é assassinada dentro de casa no distrito de Goiana

Em Goiana Adolescente é alvejado por disparos, morre no hospital