Vereadores de Caaporã aprovam por unanimidade projeto que pede a inclusão das igrejas no serviço essencial

 



Os Vereadores Oto Mariano, Ednaldo (Camarão) e Elias Nazário apresentou um projeto de lei que visa reconhecer as atividades religiosas como essenciais e foi aprovado por unanimidade pelos demais vereadores na sessão ordinário desta Terça-feira (9) na câmara Municipal de CAAPORÃ. O decreto atualmente em vigor proíbe o funcionamento dos templos religiosos, permitindo apenas o que for considerado essencial e as igrejas não estão incluídas nesse rol.


O texto apresentado pelos vereadores prevê que todos os tipos de atividades religiosas, dentro e fora dos respectivos templos, sejam consideradas essenciais e deverão ser mantidas “mesmo em situação de Estados de Calamidade, de Emergência e correlatos”, como é o caso da pandemia causada pelo novo coronavírus.


A matéria estabelece que as instituições deverão cumprir à risca todos os protocolos de biossegurança recomendados pela Organização Mundial da Saúde, previstos no decreto expedido pelo Poder Executivo.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Exclusivo: Aos 49 anos morre em Pitimbu Renilda de Sousa Santos