Um dos envolvidos na morte de Diego Barros é preso em Condado

 

O segundo suspeito continua em liberdade; ambos são moradores de Condado.

Um dos suspeitos de matar o coordenador pedagógico Diego Armando de Barros Souza (32) foi preso na noite desta sexta-feira (19/02), no município de Condado, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A prisão foi realizada por policiais civis da 16ª Delegacia de Homicídios de Goiana (DPH), em conjunto com a equipe plantonista do Núcleo Goiana, e policiais militares da 3ª CIPM, sob a coordenação do delegado Altemar Mamede.

Saiba mais:

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, o homem identificado como Danilo Cesar Ferreira da Silva (foto acima), de 32 anos, morador de Condado, foi preso em cumprimento de mandado de prisão, expedido pela Comarca de Goiana. Ele responde pelo crime de latrocínio consumado. Na tarde deste sábado (20) Danilo Cesar foi encaminhado para audiência de custódia e será recolhido para a Cadeia Pública de Goiana, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Ainda na sexta (19), o veículo da vítima, um VW Gol 1.0, cor vermelha e placas PET-8959/Goiana-PE, foi recuperado por Policiais Militares da 3ª Companhia Independente de Goiana (GTI 3021/Equipe Malhas da Lei). O carro foi encontrado abandonado no Beco de Cabral, no centro de Condado.
De acordo com a polícia, mesmo sendo solicitado ao Poder Judiciário pela prisão do segundo envolvido, identificado como Nivaldo Neto, de 21 anos, ele ainda encontra-se em liberdade, pois o juiz de direito da Vara Criminal de Goiana entendeu que não era caso para prisão visto que ele se apresentou de forma espontânea, além de ter contribuído com as investigações.

Consta nos autos do processo que a vítima convidou ambos os autores para irem a sua casa beber e comer uns petiscos. Minutos depois de terem ali chegado, enquanto Diego foi tomar banho, os autores decidiram matá-lo para roubá-lo. No quarto da vítima, um dos autores o assassinou com golpes de faca. Depois fugiram juntos, levando dinheiro, celular e o carro de Diego. Ha divergências nos conteúdos dos dois interrogatórios, pois um dos investigados acusa o outro de ter cometido o crime sozinho, surpreendendo a vítima no momento. Enquanto que o outro indiciado disse que ajudou a segurar a vítima para que o outro a esfaqueasse, depois de decidirem juntos roubá-lo.

As investigações da 16ª DPH continuam e no prazo de 10 dias o caso deverá ser encerrado.

O Crime
Na madrugada da última quarta-feira (17/02), Diego Armando de Barros Souza, de 32 anos, foi morto com três golpes de faca (atingido pelas costas, nuca e pescoço), no quarto de sua residência na Rua da Soledade, no centro de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas a vítima já havia falecido quando a equipe chegou ao local.

Câmeras de vigilância do comércio local registraram a chegada e a saída dos indivíduos da casa de Diego. Eles usaram o veículo da vítima para empreender fuga.

Diego trabalhava como coordenador pedagógico em uma instituição de ensino na cidade. Ele era benquisto e descrito como uma pessoa simpática e prestativa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana