Em plena pandemia: Edval e Walter descumprem TAC e decretos estadual e municipal

                 

Obedecer as normas sanitárias e as determinações da Justiça é um dever todo cidadão, neste momento de pandemia. Os políticos precisam dar o exemplo, sobretudo neste período eleitoral. No entanto, o candidato a prefeito, Edval Soares, e o candidato a vice-prefeito, Walter Batista, estão descumprindo o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), elaborado pelo Ministério Público (MPPE), e os decretos estadual e municipal que determinam o uso de máscaras.

Nas imagens publicadas no próprio perfil oficial do candidato Edval Soares, é possível identificar ele, o candidato a vice-prefeito, Walter Batista, e integrantes da sua militância fazendo campanha política sem máscaras e aglomerados.

O TAC elaborado pelo MPPE é muito claro sobre a necessidade de candidatos e coligações obedecerem as normas sanitárias. Confira o artigo 4° do referido TAC:

4 - Os candidatos, partidos e coligações poderão realizar reuniões em locais fechados, desde que observem fielmente as restrições impostas pelas normas sanitárias e eleitorais em vigor na data do ato, notadamente quanto ao número máximo de pessoas, utilização de máscaras, disponibilização de álcool em gel e distanciamento entre os participantes;

O mal exemplo de Edval é ainda mais grave pelo fato dele ser integrante do grupo de risco, uma vez que é idoso (75 anos).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana