Home Top Ad



Bruno Lisboa retira candidatura e defende união da oposição em Goiana

Share:
O diretor-presidente da Companhia Pernambucana de Habitação e Obras, Bruno Lisboa (MDB), decidiu por retirar sua pré-candidatura a prefeito do município nesta quinta-feira (11). O novo rumo foi tomado após reuniões com seu grupo político e lideranças partidárias do MDB e PSB. Com a saída da corrida eleitoral, Bruno segue atuando na direção da Cehab e permanecerá participando da movimentação política em Goiana.

“O cenário político em todo o país mudou a partir da pandemia do novo coronavírus, que impôs limitações a todos que pretendem disputar cargos eletivos este ano. Optamos por retirar nosso nome, mas permaneceremos trabalhando pela união dos campos oposicionistas em Goiana”, detalhou Lisboa. “A única possibilidade que temos para mudar o futuro da nossa cidade é tirando do poder o atual grupo que comanda a prefeitura, que já mostrou não ter qualquer capacidade administrativa. Para isso, defendo que a oposição tenha um nome de consenso”, explicou.

Com aproximadamente 60 mil eleitores, Goiana terá eleição de turno único para prefeito. Múltiplas candidaturas acabam por favorecer o campo da situação, já que dividem os votos entre os candidatos que se apresentam contrários ao grupo do prefeito. Entre as lideranças goianenses que almejam a indicação do nome que irá polarizar com o candidato da atual administração, o gesto de Bruno Lisboa foi visto como exemplo de grandeza, largueza política e que coloca o futuro do município acima de qualquer projeto pessoal. “Temos que pensar em Goiana sem personalismo, é uma cidade grande que merece ocupar o lugar de protagonismo regional que lhe cabe”, finalizou Lisboa.

Nenhum comentário