Em meio à pandemia do coronavírus, preços sobe no Ceasa

Em meio à pandemia do coronavírus, preços sobe no Ceasa
Alguns produtos subiram de preço no Ceasa - Foto: Reprodução

Os estoque do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE) estão abastecidos, mas o preço de muitos produtos não está agradando os consumidores. Segundo os comerciantes, as vendas foram afetadas pelo coronavírus e os preços estão diferentes. Em meio à pandemia do coronavírus, a batata, cenoura, cebola e o ovo estão pesando mais no bolso dos pernambucanos.

Preços

O quilo da batata, cenoura e cebola passou de R$ 2,50 para R$ 4. Já a bandeja com 30 unidades aumentou de R$ 8 para R$ 13. Por outro lado, o quilo do limão baixou de R$ 4 para R$ 1,5. A acelga, que também custava R$ 4, está saindo por R$ 2, o quilo. O jerimum passou de R$ 3,50 para R$ 2,50.

Pandemia afetou as vendas

De acordo com os comerciantes, as vendas foram afetadas pela pandemia. Antes do coronavírus, o comerciante Edvaldo Antônio da Silva, fornecedor de Camocim de São Félix, vendia seis toneladas de pepino, chuchu e acelga, mas não chega nem na metade da quantidade atualmente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana