Home Top Ad

Protesto durante o carnaval de Nazaré da Mata cobra cumprimento de piso salarial do prefeito e do governo do estado

Share:
Durante passagem do governador Paulo Câmara por Nazaré da Mata nesta segunda-feira (24), durante o 21° Encontro de Maracatus, um protesto cobrava o cumprimento do piso salarial dos professores. 

O presidente Bolsonaro anunciou, na quinta-feira (16 de janeiro), com o ministro da Educação, o aumento do piso salarial dos professores da educação básica, de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24. O reajuste já estava previsto na Lei 11.738 / 08, que estabelece aumento anual do Piso do Magistério no mês de janeiro. O governo aplicou um reajuste previsto na legislação, impondo o cálculo base do reajuste na variação do Fundeb. 

Estados e municípios tiveram uma receita maior, assim, o valor mínimo repassado para alunos foi reajustado em 12, 84%. A Lei do Piso preconiza que este percentual, em função da alta no Fundeb por aluno, incida sobre o piso dos professores. 

Neste contexto, as trabalhadoras e os trabalhadores em educação básica da rede estadual e municipal de ensino ,respectativamente Pernambuco e Nazaré da Mata ,exigem que o governo Paulo Câmara e o prefeito de Nazaré da Mata, Nino Nascimento, que devem aos professores da rede estadual , o reajuste de 12,84% do Piso dos professores de 2020 e 4,17% do reajuste de 2019, simplesmente cumpra a lei 11.738/2008.

Nenhum comentário