Tragédia: sargento da PM é baleado e confirma que o filho matou a mãe e o irmão por causa de celular, em Patos

 

Um sargento da Polícia Militar foi ferido com um disparo de arma de fogo e sua esposa e filho foram encontrados mortos dentro de casa na Rua Oscar Torres, no Bairro da Maternidade, em Patos, neste sábado (19).

No local, foi constatado que a esposa do PM estava morta no quarto, e o filho, de 7 anos, também estava sem vida na sala. Já o policial foi ferido com um tiro no tórax e socorrido em estado grave para o Hospital Regional de Patos.

Guarnições do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM), do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) e equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram mobilizadas para atender a ocorrência.

A principal linha de investigação aponta para um suposto envolvimento do filho mais velho, um adolescente de 13 anos. Segundo informações, em depoimento à polícia, enquanto era socorrido, o sargento teria dito que o autor dos disparos foi o filho mais velho.

Diante do agravamento do estado de saúde, o policial militar precisou ser transferido para o Hospital de Trauma de Campina Grande. A Polícia Civil passa a investigar o caso.

O adolescente está sendo acompanhado pela polícia e também recebendo apoio psicológico das autoridades. Informações apontam que o rapaz teria se revoltado após o pai tomar seu celular por ele estar jogando o tempo todo e não queria estudar.

Portal do Litoral PB 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.