Vídeo: Festa clandestina é gravada na Cadeia de Goiana e publicada na internet. SERES emite nota sobre caso

 

A Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres) abriu uma sindicância nesta terça-feira (28) para investigar como o vídeo de uma festa clandestina, com equipamento de som, funk e menores de idade, foi realizado e publicado na internet. As imagens foram captadas dentro da Cadeia Pública de Goiana. Nas imagens, divulgadas nas redes sociais nesta segunda-feira (27), presos aparecem cantando e dançando funk, enquanto jovens dançarinas são filmadas. Segundo informações obtidas pela polícia, um MC de Goiana e duas dançarinas teriam sido contratadas para se apresentarem aos presos, através de uma produtora musical da cidade.
Em nota, a Seres afirmou que a Secretaria de Defesa Social (SDS) determinou a instauração de inquérito policial e também de investigação na esfera disciplinar para apurar os fatos. As investigações serão conduzidas pela Delegacia de Goiana e pela Corregedoria Geral da SDS. Entre as providências, estão sendo identificados todos os servidores da segurança pública escalados desse dia, seja da ativa ou da Guarda Patrimonial. A investigação, além da festa, vai apurar indício de corrupção de menores.

Confira abaixo a nota na íntegra:
"Nota à Imprensa

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que o servidor público envolvido no fato da Cadeia Pública de Goiana foi identificado e afastado, bem como, aberto processo administrativo para providências cabíveis. Com relação aos presos, também já identificados, serão transferidos para unidades prisionais onde serão submetidos ao Conselho Disciplinar. A Seres informa que está sendo realizada, na manhã desta terça-feira (28.12), uma revista na cadeia para apreensão de materiais ilícitos.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) informa que determinou a instauração de inquérito policial e também de investigação na esfera disciplinar para apurar os fatos. As investigações serão conduzidas pela Delegacia de Goiana e pela Corregedoria Geral da SDS. Entre as providências, estão sendo identificados todos os servidores da segurança pública escalados desse dia, seja da ativa ou da Guarda Patrimonial. A investigação, além da festa, vai apurar indício de corrupção de menores.

No âmbito disciplinar, a Corregedoria realizará inspeções na cadeia pública. As apurações iniciais poderão resultar, caso haja elementos suficientes, em afastamento cautelar de todos os servidores que estavam nessa escala, enquanto transcorrem os trabalhos investigativos."

 DEPUTADO PROTESTA CONTRA FESTA

No Twitter, o deputado federal Carlos Jordy se manifestou contra a festa na cadeia. Segundo ele, o sistema penitenciário é uma piada.

– Festa com MC e mulheres rebolando até o chão. Não foi em um baile funk, foi numa cadeia em Pernambuco. Quem gravou? Os próprios presos. Nosso sistema penitenciário é uma piada – protestou o parlamentar.

Blog do Anderson Pereira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.