Filiação de Bolsonaro ao PL deve ser no dia 22, diz senador

 O senador Wellington Fagundes e o presidente Bolsonaro

O senador Wellington Fagundes (PL-MT) afirmou em nota divulgada nesta segunda-feira (08) que a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Partido Liberal (PL) deverá ser realizada no dia 22 de novembro. Segundo o congressista, a discussão sobre a data se deu em reunião com a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

“Acabo de sair de uma reunião com o presidente Bolsonaro e a ministra Flávia Arruda, e mais cedo estive com o ministro Ciro Nogueira. Está tudo encaminhado para no próximo dia 17 quando teremos uma reunião onde essa provável filiação será alinhada com muita tranquilidade, e o ato de filiação deve acontecer no dia 22, mesmo”, disse.

De acordo com Fagundes, existe um esforço dos membros do PL para receber Bolsonaro. “Sobre essa articulação, destaco aqui o trabalho do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e também do líder do PL no Senado, Carlos Portinho e do líder do partido na Câmara, Wellington Roberto”.

Fagundes sinalizou, ainda, que convidará toda a equipe do presidente da República e seus apoiadores, para se filiarem ao PL.

Bolsonaro definiu que será o PL o partido pelo qual irá disputar a reeleição em 2022. A decisão vem depois de o chefe do Executivo passar quase 2 anos sem sigla. Ele saiu do Partido Social Liberal (PSL), no qual se elegeu, em novembro de 2019. Desde então, tentou criar o Aliança pelo Brasil, sua própria legenda, mas não conseguiu número de assinaturas suficiente.

Bolsonaro ligou para Valdemar Costa Neto nesta segunda-feira confirmando que irá à sigla. Aliados foram informados também nesta 2ª. O presidente corre contra o tempo para definir seu futuro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher é assassinada dentro de casa no distrito de Goiana

Em Goiana Adolescente é alvejado por disparos, morre no hospital