Avião em que Marília Mendonça viajava tinha denúncias por irregularidades



Marília Mendonça posa para mostrar novos cabelos

A cantora Marília Mendonça, que morreu em queda de avião em Minas Gerais; aeronave tinha irregularidades


O avião que levava Marília Mendonça para um show em Minas Gerais, mas caiu na serra de Caratinga, era alvo de denúncias na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). "A empresa acumula irregularidades que colocam em risco tripulantes e passageiros", diz documento do Ministério Público Federal (MPF). A cantora e mais quatro pessoas que estavam com ela morreram na tarde desta sexta-feira (5).

Uma pesquisa pública feita no site da Agência mostra que a empresa proprietária da aeronave, a Pec Táxi Aéreo, acumula três processos no Estado de Goiás. 

O que mais chama a atenção no relatório é a descrição sobre os riscos do para-brisa da aeronave com prefixo PT-ONJ. "O vidro fica embaçado, com prejuízo visual em pousos e decolagens, fato conhecido pela empresa, porém ignorado", diz o documento. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher é assassinada dentro de casa no distrito de Goiana

Em Goiana Adolescente é alvejado por disparos, morre no hospital