Renan pretende indiciar Roberto Jefferson em relatório da CPI

 

Renan Calheiros incluiu Roberto Jefferson em relatório da CPI da Covid Foto: Agência Senado/Waldemir Barreto /Felipe Menezes/PTB Nacional

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, vai pedir o indiciamento do ex-deputado Roberto Jefferson em seu parecer por divulgação de fake news sobre a “disseminação e o tratamento precoce contra a Covid”.




– Estou concluindo o relatório. Recomendamos a continuidade da apuração e os nomes podem ser indiciados na justiça – afirmou Renan à CNN Brasil.


A defesa de Roberto Jefferson ainda não se manifestou sobre a inclusão do nome do ex-deputado no relatório final da CPI. Ele encontra-se preso há quase dois meses, por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes.


Embora ainda não seja consenso na cúpula da CPI, Calheiros disse que mantém o nome do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, entre os pedidos de indiciados. Ele responderia pela época em que atuava como ministro da Casa Civil, no início da pandemia.


A lista de indiciados da CPI da Covid contém mais de 50 nomes indicados por Calheiros. O parlamentar pretende indiciá-los por crimes de pandemia, infração de medida sanitária, emprego irregular de dinheiro público, falsificação de documentos, prevaricação, crimes contra a humanidade e crimes de responsabilidade.


Neste domingo (17), o relator anunciou que a leitura do parecer final da comissão foi adiada. Segundo ele, a decisão foi foi tomada pelo presidente da CPI, o senador Omar Aziz (PSD-AM).


O documento seria lido na próxima terça-feira (19). Ainda não foi estipulada uma nova data para a apresentação do texto.

Pleno.news 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher é assassinada dentro de casa no distrito de Goiana

Em Goiana Adolescente é alvejado por disparos, morre no hospital