CPI da Covid-19 ouve nesta quinta (01) empresário que denunciou corrupção na compra de vacina

 A CPI da Pandemia ouve hoje Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da Davati Medical Supply. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele afirmou ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose, em troca de assinar contrato de venda de vacinas AstraZeneca com o Ministério da Saúde.

A propina teria sido pedida pelo ex-diretor de Logística do ministério, Roberto Ferreira Dias, exonerado ontem. A compra de 400 milhões de doses da AstraZeneca pelo ministério geraria um montante ilícito de R$ 2 bilhões.

O depoimento está marcado para as 10h.

Por Paraíba Master com Agência Senado

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.