Pernambuco terá sete novas unidades da Caixa Econômica

 

https://imagens1.ne10.uol.com.br/blogsne10/jamildo/uploads//2020/08/9d905ca0be_caixa_economica_federal0505202672-1.jpg

Sete novas unidades da Caixa Econômica serão instaladas em Pernambuco. O número foi divulgado ontem (04), quando o presidente da instituição, Pedro Guimarães, anunciou que o banco estatal criará 75 unidades, sendo 20 voltadas para o agronegócio, nas cinco regiões do país. O Nordeste receberá a maior quantidade. Serão 36 novas unidades.

Pernambuco será o terceiro estado a receber o maior número de novas unidades. O Maranhão ganhará 16, enquanto o Ceará, nove. A Bahia receberá duas. Os estados do Piauí e da Paraíba terão uma nova unidade cada. Por sua vez, a região Norte contará com 19; o Centro-Oeste, 10; o Sudeste, sete; e o Sul, apenas duas.

Ao todo, 17 estados constam na lista de expansão de negócios da Caixa. De acordo com Pedro Guimarães, além das 75 novas unidades, o banco vai ampliar de 8 para 12 as agências-caminhão. Para reforço imediato das equipes, acrescentou ele, serão contratados 566 novos empregados. Até o final do ano, deve-se contratar outras 1.000 pessoas.

“Além de reforçar o time de atendimento, o banco fomenta a economia, gerando emprego e renda a centenas de famílias”, disse o presidente da Caixa. Com a ampliação da rede de atendimento, o banco beneficiará cerca de 18 milhões de pessoas.

Desde janeiro, a Caixa gere os recursos e do pagamento das indenizações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). Ao todo, o banco já realizou 23,9 mil atendimentos, desde o dia 19 de janeiro. As solicitações podem ser feitas nas unidades do banco para acidentes com vítimas ocorridos a partir de primeiro dia deste ano. O DPVAT é um seguro obrigatório destinado a indenizar vítimas de acidentes de trânsito ocorridos em todo o país.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Exclusivo: Aos 49 anos morre em Pitimbu Renilda de Sousa Santos