Procon flagra aglomeração e pessoas sem máscara e interdita bares no Recife

 

Estabelecimento no Bairro do Recife foi interditado pelo Procon, que constatou aglomeração de pessoas na madrugada deste sábado (5) — Foto: Procon-PE/Divulgação

Estabelecimento no Bairro do Recife foi interditado pelo Procon, que constatou aglomeração de pessoas na madrugada deste sábado (5) — Foto: Procon-PE/Divulgação


Quatro bares foram interditados na madrugada deste sábado (5) em uma fiscalização do Procon de Pernambuco e outros órgãos estaduais e da prefeitura do Recife. Segundo o Procon, dois dos estabelecimentos desrespeitaram o protocolo de combate à Covid-19, com registro de aglomeração de pessoas.


Na quinta-feira (3), o governo do estado anunciou que iria intensificar a fiscalização de bares devido ao aumento dos novos casos de pessoas com o coronavírus. Na mesma ocasião, foi informado que Pernambuco não iria aumentar para até 1,5 mil o público permitido em eventos, como previsto anteriormente pelo plano de flexibilização, pelo mesmo motivo.


Dois dos estabelecimentos interditados neste sábado (5) ficam em Boa Viagem e dois no Bairro do Recife. A ação teve a presença do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Diretoria Executiva de Controle Urbano do Recife, Vigilância Sanitária e guarda municipal ambiental.

Procon flagrou clientes sem máscara e aglomerados em estabelecimento no Bairro do Recife, na madrugada deste sábado (5) — Foto: Procon-PE/Divulgação

Procon flagrou clientes sem máscara e aglomerados em estabelecimento no Bairro do Recife, na madrugada deste sábado (5) — Foto: Procon-PE/Divulgação

Em um dos bares, que funciona também como uma boate, no Bairro do Recife, o Procon identificou aglomeração de pessoas, consumidores circulando sem máscara e fazendo consumo de bebida e de comida em pé, o que é vetado pelo protocolo de prevenção à Covid-19. Além disso, segundo os fiscais, na entrada não era fornecido álcool 70%.

O outro bar, na Zona Sul, já tinha sido interditado pelo órgão de defesa do consumidor no dia 7 de novembro e estava funcionando além do horário permitido, além de ter aglomeração dentro e na frente do estabelecimento, apontou o Procon.

Já um outro local no Bairro do Recife foi interditado pelo Corpo de Bombeiros e pela Dircon por não ter alvará de funcionamento e também porque a saída de emergência estava obstruída e não havia extintores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana