Negócios: SENAI-PE irá promover a digitalização de 12 sistemistas do Polo Automotivo de Goiana

 

Em uma iniciativa voltada para o aumento da produtividade e o desenvolvimento tecnológico da indústria automotiva, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (SENAI-PE) irá promover a digitalização e prestar consultorias para 12 indústrias localizadas no parque de fornecedores do Polo Automotivo que a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) mantém no município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Os projetos, que somam R$ 1,3 milhão, foram contemplados na segunda chamada do Edital Rota 2030 - Produtividade e Digitalização, dentro da categoria Hands-On: Aprendendo Fazendo. O resultado foi divulgado no último mês de novembro.

Ao todo, para esta segunda chamada, foram direcionados R$ 18 milhões para projetos que envolvessem a realização de consultorias de lean manufacturing ou a digitalização em indústrias fornecedoras do produto final de fabricantes automotivo. Em Pernambuco, os projetos aprovados pelo SENAI-PE irão beneficiar as seguintes empresas: Lear, Tiberina, Denso, Revestcoat, Saint-Gobain, CMA, Magneti Marelli, PMC, Pirelli, Adler, Brose e Prima Sole. De acordo com o diretor Industrial interino do SENAI-PE, Oziel Alves, além de promover a digitalização das fábricas, a proposta é realizar consultorias voltadas para a gestão de risco das empresas.

“Os projetos que apresentamos foram construídos em parceria com as empresas e customizados para atender às necessidades de cada negócio. Com a digitalização, vamos captar os dados das linhas de produção e transformá-los em informações que serão disponibilizadas em uma ferramenta on-line e utilizadas para identificar pontos de melhoria. Já no que se refere à gestão de riscos, a proposta é oferecer consultorias que possam aprimorar os processos das sistemistas para garantir que a produção da FCA não sofra problemas devido ao fornecimento de insumos, produtos e outros serviços”, explica.

A execução dos projetos deve iniciar já em janeiro de 2021 e se estender por seis meses, com possibilidade de renovação por igual período. “Esse é um trabalho novo para o SENAI-PE. Vamos fornecer uma solução com maior valor agregado para uma indústria de grande porte do Estado, cumprindo com a missão da nossa instituição de contribuir para a elevação da competitividade da indústria pernambucana”, enfatiza Alves.

ROTA 2030 - O Rota 2030 é um programa criado pelo Governo Federal que define regras para a fabricação e a comercialização de automóveis no Brasil nos próximos anos, incluindo metas de aportes em Pesquisa e Desenvolvimento. Para viabilizar recursos, as montadoras poderão direcionar a alíquota de 2% que seria paga sobre a importação de peças sem equivalente no Brasil para um fundo, gerido por cinco entidades – entre elas, o SENAI – que irão executar os projetos prioritários. A expectativa é arrecadar, até 2024, R$ 1 bilhão para o investimento em inovação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana