Home Top Ad

Negócios: SENAI-PE irá promover a digitalização de 12 sistemistas do Polo Automotivo de Goiana

Share:

 

Em uma iniciativa voltada para o aumento da produtividade e o desenvolvimento tecnológico da indústria automotiva, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (SENAI-PE) irá promover a digitalização e prestar consultorias para 12 indústrias localizadas no parque de fornecedores do Polo Automotivo que a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) mantém no município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Os projetos, que somam R$ 1,3 milhão, foram contemplados na segunda chamada do Edital Rota 2030 - Produtividade e Digitalização, dentro da categoria Hands-On: Aprendendo Fazendo. O resultado foi divulgado no último mês de novembro.

Ao todo, para esta segunda chamada, foram direcionados R$ 18 milhões para projetos que envolvessem a realização de consultorias de lean manufacturing ou a digitalização em indústrias fornecedoras do produto final de fabricantes automotivo. Em Pernambuco, os projetos aprovados pelo SENAI-PE irão beneficiar as seguintes empresas: Lear, Tiberina, Denso, Revestcoat, Saint-Gobain, CMA, Magneti Marelli, PMC, Pirelli, Adler, Brose e Prima Sole. De acordo com o diretor Industrial interino do SENAI-PE, Oziel Alves, além de promover a digitalização das fábricas, a proposta é realizar consultorias voltadas para a gestão de risco das empresas.

“Os projetos que apresentamos foram construídos em parceria com as empresas e customizados para atender às necessidades de cada negócio. Com a digitalização, vamos captar os dados das linhas de produção e transformá-los em informações que serão disponibilizadas em uma ferramenta on-line e utilizadas para identificar pontos de melhoria. Já no que se refere à gestão de riscos, a proposta é oferecer consultorias que possam aprimorar os processos das sistemistas para garantir que a produção da FCA não sofra problemas devido ao fornecimento de insumos, produtos e outros serviços”, explica.

A execução dos projetos deve iniciar já em janeiro de 2021 e se estender por seis meses, com possibilidade de renovação por igual período. “Esse é um trabalho novo para o SENAI-PE. Vamos fornecer uma solução com maior valor agregado para uma indústria de grande porte do Estado, cumprindo com a missão da nossa instituição de contribuir para a elevação da competitividade da indústria pernambucana”, enfatiza Alves.

ROTA 2030 - O Rota 2030 é um programa criado pelo Governo Federal que define regras para a fabricação e a comercialização de automóveis no Brasil nos próximos anos, incluindo metas de aportes em Pesquisa e Desenvolvimento. Para viabilizar recursos, as montadoras poderão direcionar a alíquota de 2% que seria paga sobre a importação de peças sem equivalente no Brasil para um fundo, gerido por cinco entidades – entre elas, o SENAI – que irão executar os projetos prioritários. A expectativa é arrecadar, até 2024, R$ 1 bilhão para o investimento em inovação.

Nenhum comentário