Por Covid, Exército já fez mais cloroquina do que em 10 anos

Jair Bolsonaro determinou aumento na produção do remédio

Gabriela Doria

Exército está fabricando comprimidos de cloroquina Foto: Pixabay
Desde que se tornou um dos fármacos mais promissores no tratamento da Covid-19, a hidroxicloroquina passou a ser produzida em larga escala pelo Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (LQFEx). Por ordem do presidente Jair Bolsonaro, o Exército produziu, em três semanas, 1,25 milhão de comprimidos.
Em números totais, houve um aumento de 900% na produção da droga. Até então, o laboratório fazia cerca de 125 mil comprimidos ao ano, principalmente para o tratamento da malária.

Ainda nesta sexta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Ministério da Saúde irá mudar o protocolo de tratamento com a cloroquina. Atualmente, o fármaco é usado apenas no casos graves. No entanto, Bolsonaro diz que a droga passará a ser usada também em casos leves e moderados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana