Integração de Goiana à Mata Norte gera debates na Alepe


Foto: Jarbas Araújo
Integrado à Região Metropolitana do Recife desde 2017, o município de Goiana pode voltar a fazer parte da Zona da Mata Norte do Estado. A proposta está em discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), após apresentação do Projeto de lei Complementar 770/2019, de autoria do líder do governo Isaltino Nascimento (PSB). 
Diante da pluralidade de visões em torno da saída ou não do município da RMR, a Alepe lançou uma enquete com três opções de respostas aos internautas. A consulta está disponível no site do Poder Legislativo estadual (www.alepe.pe.gov.br). A enquete termina no início de março deste ano.
Uma audiência pública sobre o tema deve ser realizada no município, após o Carnaval, proposta pelo deputado Isaltino Nascimento. O líder do governo aponta prejuízos econômicos e dificuldades administrativas enfrentadas pelos moradores de Goiana quando o município foi integrado à Região Metropolitana. 
Segundo o relatório da Comissão de Justiça, diferentemente do esperado, a mudança não se mostrou benéfica na prática. O documento cita como exemplo o benefício fiscal do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe). Enquanto municípios da Mata Norte contam com uma alíquota de 85% de desconto sobre o saldo devedor do ICMS, os da Região Metropolitana dispõem de 75%. 
A proposta de incluir Goiana na RMR foi de iniciativa do ex-deputado Ricardo Costa, atual superintendente de comunicação da Alepe. O projeto gerou intenso debate na ocasião e foi aprovado. Os defensores da mudança argumentavam que a gestão de serviços, como transporte público e destinação de resíduos sólidos, fosse feita de maneira articulada na nova região administrativa. Goiana fica a 62 quilômetros do Recife, tem um PIB de cerca de R$ 3,8 milhões e uma população estimada em quase 80 mil habitantes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana