PIER NET

PIER NET

SABOR DA VILA

SABOR DA VILA

terça-feira, 30 de julho de 2019

PMs são acionados por causa de som alto e acabam atacados por mulheres

PMs são acionados por causa de som alto e acabam atacados por mulheres
Três mulheres foram presas, em Olinda, no Grande Recife, depois de uma confusão durante uma festa, por causa de som alto. A polícia foi acionada pelos vizinhos e ao chegar no local,  no bairro de Rio Doce, objetos foram arremessados contra a viatura. Um policial militar foi atingido com uma garrafada na cabeça.

Festa

A confusão aconteceu em uma casa na Avenida D, na IV Etapa de Rio Doce. De acordo com a polícia, acontecia uma festa no local, com som alto, o que incomodou a vizinhança. Policiais foram acionados e pediram que a família baixasse o som.
Depois de 20 minutos, a mesma viatura precisou voltar ao local, porque o som continuava alto. Ao chegar à casa, os PMs encontraram o imóvel trancado com cadeado. Objetos como garrafas, pedras e canos foram arremessados contra a viatura.

Policial ferido

Gabriela Fernandes de Moura, de 19 anos, chegou a dar uma garrafada na cabeça de um dos policiais. O soldado foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Olinda e levou 8 pontos na cabeça. Na delegacia, ela disse que agrediu o PM para se defender. "Ele já chegou lá agredindo e queria que a gente ficasse parada. Eu tentei agredir também, me defender", contou.
Também foram presas Lucicleide Maria dos Anjos Moura, de 31 anos, a dona da casa, e a amiga Maria José Leite da Silva, de 35. Na Delegacia do Varadouro, elas foram autuadas em flagrante por perturbação do sossego, desacato, lesão corporal, resistência. O PM recebeu alta.
As mulheres foram encaminhadas para audiência de custódia, que deve acontecer na tarde no Fórum de Olinda.

TV JORNAL

0 komentar:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Eduardo França | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top