Home Top Ad

Paulo Câmara define segundo escalão do governo até sexta-feira

Share:
O governador Paulo Câmara (PSB) deve concluir até sexta-feira (11), a escolha dos nomes que figurarão como presidentes e diretores de empresas do segundo escalão em seu segundo mandato. O socialista tem pressa por conta da atualização da folha de pagamento do estado. Como a reforma administrativa do Executivo aprovada pela Assembleia Legislativa exonerou os cargos comissionados em 31 de dezembro de 2018, para que esses servidores recebam o salário do mês é preciso renomear os que continuarão na gestão.
De acordo com uma fonte do governo, o critério adotado por Paulo Câmara para escolher o segundo escalão e renomear os cargos comissionados serão outros. Se na primeira gestão do socialista, os partidos da base aliada, a exemplo do PP, tiveram forte poder de decisão para fazer as indicações, agora o “filtro de seleção” será outro. “Tanto nas escolhas dos presidentes das empresas como na ocupação de outros cargos comissionados haverá o olhar atento do governador. Como os partidos não foram chamados para nenhum ministério no governo federal e outros tiveram votação abaixo do esperado tanto na eleição de deputado federal quanto estadual, Paulo Câmara chega nesse mandato com outra postura para negociar os espaços no governo”, explicou um governista, em reserva.
As indicações para a Compesa, o Detran-PE e o Porto de Suape são da cota pessoal do governador. A Compesa permanecerá com Roberto Tavares, o Detran será comandado pelo ex-presidente da Copergas Roberto Fontelles e Suape deve ser presidida pelo ex-secretário da Fazenda, Marcelo Barros.
Já a Copergas ficará nas mãos do ex-secretário da Casa Civil André Campos. A administração de Fernando de Noronha deve permanecer com Guilherme Rocha e o Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lapefe) com o advogado Flávio Gouveia, ambos na cota do PP. 

Nenhum comentário