Depois de quase 20 anos, grupo que mandava na OAB-PE “racha” e embola sucessão

 Depois de quase 20 anos, grupo que mandava na OAB-PE “racha” e embola sucessão

A sucessão do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB- PE), Bruno Baptista, ganhou um novo componente, nesta segunda-feira (02), que caiu como uma “bomba” entre os advogados pernambucanos. Lideranças como os ex-presidentes, Pedro Henrique, Jayme Asfora e Henrique Mariano, romperam com o Bruno Baptista e não vão mais apoiar o candidato Fernando Ribeiro. Ribeiro foi lançado como candidato da situação.

Segundo informações apuradas pela coluna, os ex-presidentes se reuniram com Luciana Brasileiro para tentar lançar uma terceira via na sucessão de novembro. A oposição já lançou a candidatura do jovem advogado, Almir Reis, que tem crescido nas últimas semanas.

O motivo da discórdia atende pelo nome do ex-presidente Ronnie Duarte. Ele teria escolhido e feito pressão pelo nome do atual presidente da Caape (Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco), Fernando Ribeiro. O próprio Jayme Asfora já tinha deixado clara sua insatisfação com o processo sucessório em artigo num jornal local.

Bruno aceitou a imposição do nome de Fernando o que teria contrariado parte do grupo que ainda não decidiu o que fazer.

A vice-presidente da OAB, Ingrid Zanella, tinha a simpatia da maioria dos ex-presidentes que não gostaram de Ronnie ter imposto o nome de Duarte.

“A verdade é que o atual presidente conduziu muito mal a atual sucessão e não fez um processo transparente”, disse um ex-presidente.

Outro fator que causou irritação no grupo foi o fato de duas pesquisas internas terem apontado o nome de Ingrid Zanella como a melhor alternativa. Bruno Baptista e Ronnie Duarte, no entanto, não levaram em consideração esse fato e fizeram o contrário.

Se não encontrarem um nome que chamaram de “competitivo”, alguns deles podem até mesmo apoiar o candidato da oposição, Almir Reis, que está em campanha 24 horas por dia e tem crescido nas pesquisas internas da própria OAB. Seria o “troco” que eles dariam a Bruno Baptista e ao próprio ex-presidente, Ronnie Duarte. “Eles foram desleais conosco”, disse outro advogado ligado ao grupo. A coluna já deixou recado com a assessoria de imprensa da OAB, mas até o fechamento da coluna não obteve retorno.

PE NOTÍCIA 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana