Prefeitura de Caaporã fecha lixão e avança em sustentabilidade e saúde pública

 

Uma das ações mais importantes do prefeito Kiko Monteiro (DEM) aconteceu nesta quinta-feira (28), com o fechamento do lixão municipal.

A cidade de Caaporã passará a ter melhores condições ambientais de saúde pública, novas e alternativas de sustento para os catadores que sobrevivem da renda do lixo e a recuperação da área degradada pelo acúmulo dos resíduos. Tudo isso vai se tornar realidade com o fim do lixão.

A Prefeitura realizou o fechamento do lixão, seguindo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Prefeito no Ministério Público. Agora o lixo terá destinação final para o aterro sanitário metropolitano, em transporte direto para a região.

“Sabemos bem de todos os malefícios que os lixões a céu aberto podem trazer tanto para a saúde quanto para o meio ambiente através da contaminação do solo e da água, que ocasiona várias doenças. A limpeza urbana vem atuando fortemente, cuidando da população, e o fechamento do lixão de Caaporã é um ato histórico de nossa gestão que terá impacto direto na qualidade de vida dos nossos munícipes”, acrescenta o prefeito.

Com o encerramento das atividades, Caaporã  se compromete a recuperar as áreas degradadas e viabilizar a criação de cooperativas recicláveis para alcançar as pessoas que trabalhavam no antigo lixão.

Projeto Fim dos Lixões

O acordo de não-persecução penal e o Termo de Ajustamento da Conduta (TAC), integram o projeto ‘Fim dos Lixões’, idealizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade (Ccrimp) e Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente. O projeto tem o apoio do Ministério Público Federal, da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e Ibama.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana