Home Top Ad

Padrasto é preso por matar garoto afogado em lama

Share:
Filho adotivo de um pastor que mora na mesma rua também foi detido. Família de Danilo Sousa, de 7 anos, denunciou que o menino sumiu ao sair para ir à casa da avó.
A Polícia Civil prendeu duas pessoas, nesta sexta-feira (31), suspeitas de envolvimento na morte de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, que foi achado morto em uma mata, a cerca de 100 metros da casa onde morava, em Goiânia. Um deles é o padrasto do menino, Reginaldo Lima Santos. O outro detido foi identificado como Hian Alves de Oliveira, filho adotivo do pastor que mora na mesma rua.
O G1 tenta localizar a defesa dos detidos para que se manifeste sobre o caso.
De acordo com a Polícia Civil, os presos confessaram ter matado o menino como forma de vingança em razão de suposto mau comportamento da criança. Apesar disso, ao chegar à Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), ele disse que era inocente.

Nenhum comentário