Todos Contra o Corona Vírus

Padrasto é preso por matar garoto afogado em lama

Filho adotivo de um pastor que mora na mesma rua também foi detido. Família de Danilo Sousa, de 7 anos, denunciou que o menino sumiu ao sair para ir à casa da avó.
A Polícia Civil prendeu duas pessoas, nesta sexta-feira (31), suspeitas de envolvimento na morte de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, que foi achado morto em uma mata, a cerca de 100 metros da casa onde morava, em Goiânia. Um deles é o padrasto do menino, Reginaldo Lima Santos. O outro detido foi identificado como Hian Alves de Oliveira, filho adotivo do pastor que mora na mesma rua.
O G1 tenta localizar a defesa dos detidos para que se manifeste sobre o caso.
De acordo com a Polícia Civil, os presos confessaram ter matado o menino como forma de vingança em razão de suposto mau comportamento da criança. Apesar disso, ao chegar à Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), ele disse que era inocente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana