Pedido de intervenção em Goiana será votado dia 6 de julho


O Diário Oficial do Tribunal de Justiça de Pernambuco trouxe nesta quarta-feira (17) a inclusão do pedido de intervenção no município de Goiana na pauta a ser apreciada pelos desembargadores. A votação está marcada para o dia 6 de julho às 14h por meio de videoconferência.

O pedido de intervenção foi realizado pelo procurador geral do Ministério Público de Pernambuco, Francisco Dirceu de Barros, no dia 1º de abril. O desembargador Antônio Fernando de Araújo Martins é o relator que dará o parecer sobre o pedido.

De acordo com o procurador geral, o pedido de intervenção está fundamentado em pelo menos nove ilicitudes cometidas pela administração municipal, entre elas a aplicação insuficiente de recursos e a compra de veículos de passeio por R$ 2 milhões incluída na prestação de contas da educação municipal, abertura de créditos sem a autorização da Câmara de Vereadores, não repasse de contribuições previdenciárias, irregularidades na contratação de empresa para recolhimento de lixo e descontinuidade das ações em saúde, deixando a cidade vulnerável no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana