Com fim do lockdown, movimento de carros e pessoas cresce no Recife

Decreto Estadual determinou 15 dias de quarentena mais rígida, finalizados nesse domingo (31), no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata, com o objetivo de barrar o avanço da pandemia do novo coronavírus.


Movimentação em Casa Amarela no primeiro dia após o fim do lockdown - Foto: Wellington Lima - JC Imagem
O primeiro dia depois do fim da quarentena mais rígida (lockdown) em cinco cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) foi de grande circulação de pessoas e de veículos nas ruas da capital pernambucana. A TV Jornal circulou, na manhã desta segunda-feira (1º), pelos bairros de Afogados, na Zona Oeste do Recife, e Casa Amarela, na Zona Norte, onde encontrou, inclusive, com trânsito. O Decreto Estadual 49.024 determinou 15 dias de quarentena mais rígida, finalizados nesse domingo (31), no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata, com o objetivo de barrar o avanço da pandemia do novo coronavírus.



Pelas ruas da cidade, muitas pessoas sem usar a máscara, item que continua obrigatório mesmo após o fim do decreto estadual. Além disso, também foram encontradas filas em frente aos supermercados e nas agências da Caixa Econômica Federal. Nos mercados públicos dos dois bairros, o fluxo é grande de pessoas comprando. Já nas paradas de ônibus e dentro dos coletivos, a reportagem observou uma movimentação tranquila.

Máscaras seguem obrigatórias

Mesmo com o fim da quarentena mais rígida, permanece obrigatório o uso de máscaras, continua vedado o acesso a praias, calçadões, parques e o funcionamento de shoppings, lojas e prestadores de serviço que não se enquadrem como atividades essenciais. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana