Home Top Ad

Caixa 'misteriosa' é encontrada na praia de Piedade

Share:
Na manhã desta terça-feira (30), mais caixas de borrachas foram encontradas no Litoral de Pernambuco. Desta vez, elas apareceram na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. No final de semana, outras caixas foram encontradas nas praias de Serrambi, no Litoral Sul, e de Catuama, no Litoral Norte. Em nota, a Marinha do Brasil informou que não foram registrados acidentes náuticos na região que justifiquem o aparecimento dos pacotes sem identificação que estão sendo encontrados no Litoral do Nordeste deste 2018.
Até o momento, as capitanias dos portos envolvidas estão acompanhando a situação. O biólogo, pesquisador, oceanógrafo e professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco (UPE), Clemente Coelho Junior, pede que as pessoas evitem tocar nesse material e alerta que as caixas são um “prejuízo significativo para o meio ambiente”.

Laudo pericial

Segundo o especialista, um laudo pericial realizado em setembro de 2019 pela Polícia Federal constatou que os fardos são de látex, matéria-prima para produção de material emborrachado como botas, preservativos e pneus. “Durante a deterioração desse material ele pode liberar pequenos pedaços que infelizmente podem ser ingeridos por tartarugas, cetáceos e até por peixes e aves marinhas. É um prejuízo significativo para o meio ambiente”, afirmou.
Ainda segundo o especialista, o objetivo do laudo solicitado pela Polícia Federal também era identificar se havia relação entre o derramamento de óleo que atingiu o litoral nordestino naquele período, o que foi descartado pelo estudo desenvolvido pela Universidade Federal do Ceará. No entanto, tanto as caixas quanto as manchas de óleo foram trazidas pela mesma corrente marítima.

Cuidado

O biólogo também pede que a população tenha cuidado ao avistar algum caixa desta. “Esse material, apesar de ser um látex extraído da seringueira, pode ser perigoso. Não pelo material em si, mas durante o seu processamento na cura do látex é utilizada uma série de compostos que podem ser perigosos e podem liberar compostos nocivos à natureza ou até metais pesados. Todo cuidado é importante. É preferível que não se manuseie esse material”, detalhou.
Ele orienta quais procedimentos tomar caso alguém encontre uma dessas caixas. “Entrem em contato com a prefeitura, com as autoridades locais e, se for o caso, com as autoridades estaduais, para que seja retirado e levado ao destino como um aterro sanitário e tendo até a possibilidade de ser reciclado, reutilizado. Esse material está chegando ao nosso litoral, a gente vai continuar vendo esse material chegar. Então, vale o alerta: não toque, evite tocar nesses fardos e comunique as autoridades locais”, destacou.

Nota da Prefeitura de Jaboatão

Procurada pela TV Jornal, a Prefeitura de Jaboatão disse que, sequer, chegou a ser informada sobre essa caixa. A Marinha está à frente do caso.

Nota da Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), informa que não foram registrados acidentes náuticos na região que justifiquem o aparecimento dos “pacotes sem identificação” que estão sendo encontrados no litoral do Nordeste desde 2018. Até o momento, as Capitanias dos Portos envolvidas estão acompanhando.

Prefeitura de Ipojuca já recolheu 54 caixas

Em nota, a Prefeitura de Ipojuca informou que foram recolhidas 40 c

Nenhum comentário