Igreja dos Santos Cosme e Damião de Igarassu, a mais antiga do País, será restaurada

A Igreja dos Santos Cosme e Damião do município de Igarassu, considerada a mais antiga construção religiosa do Brasil, passará por obra de restauração de fevereiro de 2020 a agosto de 2021. A intervenção começa na quinta-feira pós-Carnaval, dia 27, e prevê a implantação de um Museu de Arte Sacra e de um café no templo católico. Localizada no Grande Recife, a igreja foi erguida em 1535, no século 16, e é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1951.
No período de um ano e meio, serão executados serviços de restauração do retábulo (painéis de madeira decorados) e de quatro imagens de santos da capela-mor; dos altares laterais do Senhor Bom Jesus dos Passos e do Santíssimo Sacramento; da coberta do prédio; das esquadrias de madeira; das colunas de cantaria (pedra); e da pintura interna e externa. O Museu de Arte Sacra, para contar a história da igreja e da cidade, e o café funcionarão no primeiro pavimento da casa paroquial, que será recuperada.
O trabalho, orçado em R$ 4,2 milhões, é financiado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e tem patrocínio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Essa é a maior intervenção na Igreja dos Santos Cosme e Damião em mais de 60 anos, segundo o diretor do Museu Histórico de Igarassu, Jorge Barreto. “A última grande obra foi realizada em 1958, depois disso tivemos apensa serviços pequenos e pontuais”, afirma Jorge Barreto. “Uma infestação de traças estragou bastante o altar-mor, feito de cedro”, lamenta
Ele informa que as igrejas antigas de Igarassu têm peças do século 18 em quantidade suficiente para montar o Museu de Arte Sacra. São imagens de santos, crucifixos, castiçais e outros objetos litúrgicos que deixaram de ser usados nos cultos. “Todos estão guardados e agora serão expostos ao público”, observa. Quando estiver pronto, o espaço vai compor um circuito cultural-religioso com o Museu Histórico e a Pinacoteca do Convento Franciscano de Santo Antônio, todos no Centro Histórico da cidade.
Reformas
Jorge Barreto avisa que a Igreja dos Santos Cosme e Damião ficará aberta, com visita guiada para mostrar aos visitantes as etapas da obra. “Haverá essa função didática”, comenta. O prédio precisará ser fechado na fase mais próxima do encerramento do trabalho, com a pintura do teto e das paredes internas. Sanitários existentes serão demolidos para a construção de novos banheiros. “A ideia de recuperar a igreja partiu do vereador Maguila (Valdemir Nunes de Souza) e foi encampada pelo prefeito Mário Ricardo e pelo pároco (Josivan Bezerra)”, diz o historiador.
A edificação foi reformada em 1594, 1729, 1754 e no fim do século 19 e começo do século 20, enumera Jorge Barreto. “Em 1935 teve um serviço de recuperação para marcar os 400 anos da chegada de Duarte Coelho a Pernambuco e em 1958 foi a última intervenção.” O projeto de restauração, a obra e a captação dos recursos são de responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Humano (IDH). A prefeitura assinou nesta segunda-feira (17) a ordem de serviço autorizando o início do serviço.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana