PIER NET

PIER NET

SABOR DA VILA

SABOR DA VILA

quarta-feira, 20 de março de 2019

Novidades dos Jogos Paralímpicos de Pernambuco são divulgadas

Técnicos, presidentes de federações e atletas pernambucanos estiveram reunidos, nesta quarta-feira (20), no Centro de Convenções de Pernambuco, para participar da 1ª Assembleia dos Jogos Paralímpicos do Estado. Na ocasião, representantes da Secretaria de Educação e Esportes e do comitê da competição apresentaram as disputas que serão realizadas e as novidades para 2019.

O campeonato está programado para o mês de maio e as disputas têm início na cidade de Pesqueira, no Agreste pernambucano. Ao todo, serão oito modalidades competitivas (atletismo, natação, tênis de mesa, bocha, goalball, futebol de 5, judô e parabadminton) e oito de apresentação (karatê, fisiculturismo, vela, luta olímpica, tiro com arco, vôlei de praia e basquete em cadeira de rodas).

As chamadas modalidades de apresentação funcionam como uma forma de estímulo aos esportes, encorajando o surgimento de novos atletas. Foi o que aconteceu no ano passado com o judô. Antes modalidade de apresentação, em 2019 passa a ser competitiva e os atletas estarão na busca por pódio e medalha na competição. Outra novidade é que este ano competidores do basquete em cadeira de rodas e parabadminton também estarão presentes, pois as modalidades foram inseridas no cronograma.

Estimulante para Ivomar Young, presidente da Federação Pernambucana das Associações de Karatê. Para ele, a oportunidade de estar, por mais um ano, apresentando a modalidade ao grande público traz a possibilidade do surgimento de novos atletas. “É de extrema importância a inclusão e fortalecimento dessas modalidades no nosso Estado. Vendo outros competidores, atletas em potencial se sentem estimulados a competir, engrandecendo ainda mais o esporte”.

Para o coordenador geral dos Jogos Paralímpicos, Rafael Lobo, o encontro com técnicos e competidores torna a assembleia um momento enriquecedor para a competição. “Hoje não é apenas um dia para passar o cronograma e fazer a entrega de regulamentos, mas também para trazer as novidades e ouvir as sugestões de quem participa diretamente dos jogos”, explicou. Antes desta assembleia, várias reuniões já haviam sido realizadas com representantes do segmento para uma construção coletiva dos jogos.

Vale destacar que para os atletas em idade escolar, ou seja, até 17 anos, os Jogos Paralímpicos de Pernambuco servem como etapa classificatória para os Jogos Paralímpicos Escolares, maior competição do segmento no Brasil. Os campeões do Estadual dão largos passos até o Nacional, que será realizado entre os dias 18 e 23 de novembro, no Centro de Treinamento Paralímpico. Nos últimos quatro anos, Pernambuco saltou de 13 para 26 medalhas nas Paralimpíadas Escolares.

Técnico e atleta do Centro Evangélico de Reabilitação e Treinamento Ocupacional (Certo), Silvanio Dornelas comemora o crescimento da competição e a oportunidade que vem dando a novos atletas. “Capacita quem está começando e abre espaço para novos nomes. É um espaço muito importante que vem sendo dado para nós, paratletas. Além do mais, na assembleia ainda apresentamos os pontos positivos e negativos das nossas vivências para que melhore ainda mais”, concluiu Silvanio, que neste mês faturou a primeira colocação no Circuito Norte-Nordeste Caixa Paralímpico, em João Pessoa, nos arremessos de peso e dardo.

0 komentar:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Eduardo França | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top