Caaporã festeja seus 55 anos de emancipação política

A cidade concentra o segundo maior polo cimenteiro do Brasil
Situado na Região Metropolitana de João Pessoa, Caaporã celebra nesta nesta Quinta-Feira (27) seus 50 anos de emancipação política. A pacata cidade do Litoral Sul, que fica a 45 km de distância da Capital, conta com uma população estimada de 21.698 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do ano 2016, distribuídos em sua área de 150 km².
O distrito foi criado com a denominação de Caaporã, pelo Decreto Lei Estadual de Nº 520, de 1964, desmembrando-se de Maguari. Limita-se ao Norte: Alhandra; ao Sul: Goiana (PE); a Leste: Pitimbu;e a Oeste: Pedras de Fogo.
A cana-de-açúcar ocupa a maior parte do solo do município, embora mereça destaque a plantação de coco, lavoura de subsistência e inhame. A renda familiar é relativamente baixa, já que a maior parte da população recebe o salário mínimo. 
Os informais, têm renda incerta e, muitas vezes, inferior ao salário mínimo, já que se empregam na cultura cíclica (cana-de-açúcar), sobrevivem da atividade pesqueira e do comércio local. 
A chegada do distrito industrial, em plena construção aguardando a instauração de empresas oriundas de diferentes regiões do país e a incorporação do município no polo no segundo maior polo cimenteiro do Brasil que conta com as cidades de Alhandra, Caaporã e Pitimbú, com a intensa mineração nas unidades produtora de cimento as obras para o novo distrito industrial de Caaporã. 
Outras indústrias também se encontram instaladas no município tais como: a Agro Industrial Tabu S/A (Destilaria), a Cimento campeão do grupo Lafarge S/A e a empresa de pipocas K'delicia.

Blog do Eduardo França

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana