Policiais Civis de Pernambuco rejeitam proposta de reajuste da SDS e paralisam as atividades

 

(Foto: Comunicação / Sinpol-PE)
Foto: Comunicação / Sinpol-PE
Na tarde desta segunda-feira (14) os Policiais Civis de Pernambuco realizaram mais uma assembleia para debater um reajuste salarial e funcional para a categoria, reivindicando também melhoria nas condições de trabalho nas delegacias e institutos de todo o estado. O Sindicato dos Policiais Civis do estado (Sinpol-PE) se reuniiu com a Secretaria de Defesa Social (SDS), quando foi apresentada a proposta de 20% de reajuste salarial para todas as categorias profissionais representadas pela entidade. Após a reunião, rejeitaram por unanimidade a proposta do Governo. Seguiram em passeata na Avenida Cruz Cabugá e decidiram pela greve geral de todas as atividades em todo o estado.


Em nota, a SDS afirmou que foi surpreendida com a decretação de greve e afirmou ainda que "a disposição para o diálogo será mantida, na busca de soluções que não penalizem a população e garantam a valorização profissional". O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou a cobrança de multa de R$ 300 mil por dia ao Sinpol caso de paralisação de qualquer natureza.

Fonte: Diário de Pernambuco 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.