Goiana: Segundo envolvido na morte de Diego Barros é preso em Condado

 


O suspeito estava em liberdade; ambos os envolvidos são moradores de Condado.


O segundo suspeito de matar o coordenador pedagógico Diego Armando de Barros Souza (32) foi preso na manhã desta terça-feira (09), no município de Condado, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A prisão foi realizada por policiais civis da 16ª Delegacia de Homicídios de Goiana (DPH), sob o comando do delegado Altemar Mamede.

Saiba mais:

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, o homem identificado como Nivaldo Corrêa de Castro Neto (foto acima), de 21 anos, morador de Condado, foi preso em cumprimento de mandado de prisão nº 0000108-09.2021.8.17.0660.01.0002-22, expedido pela Comarca de Goiana. Ele responde pelo crime de latrocínio consumado. O preso será encaminhado para audiência de custódia, ocasião em que será deliberado pela autoridade judiciária de plantão se ele deverá ser recolhido para a Cadeia Pública de Goiana.

De acordo com a polícia, mesmo sendo solicitado ao Poder Judiciário pela prisão do Nivaldo, ele ainda encontra-se em liberdade, pois o juiz de direito em exercício cumulativo da Vara Criminal de Goiana entendeu, à época, que não era caso para prisão visto que ele teria se apresentado de forma espontânea, além de ter contribuído com as investigações. Após efetivar a prisão do primeiro autor, ainda durante o período de investigação, o juiz em exercício cumulativo da Vara Criminal de Goiana procedeu na data de ontem (08) à expedição do Mandado de Prisão Preventiva do Nivaldo Neto, depois de haver representação da autoridade policial da 16ª DPH, em conjunto com a Promotora Criminal.

Consta nos autos do processo que a vítima convidou ambos os autores para irem a sua casa beber e comer uns petiscos. Minutos depois de terem ali chegado, enquanto Diego foi tomar banho, os autores decidiram matá-lo para roubá-lo. No quarto da vítima, um dos autores o assassinou com golpes de faca. Depois fugiram juntos, levando dinheiro, um aparelho celular, uma garrafa de uísque e o carro de Diego. Há divergências nos conteúdos dos dois interrogatórios, pois um dos investigados acusa o outro de ter cometido o crime sozinho, surpreendendo a vítima no momento. Enquanto que o outro indiciado disse que ajudou a segurar a vítima para que o outro a esfaqueasse, depois de decidirem juntos roubá-lo.

O Crime

Na madrugada da quarta-feira (17/02/2021), Diego Armando de Barros Souza, de 32 anos, foi morto com três golpes de faca (atingindo suas costas, nuca e pescoço), no quarto de sua residência na Rua da Soledade, no centro de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas a vítima já havia falecido quando a equipe chegou ao local.

Câmeras de vigilância do comércio local registraram a chegada e a saída dos indivíduos da casa de Diego. Eles usaram o veículo da vítima para empreender fuga.

Diego trabalhava como coordenador pedagógico em uma instituição de ensino na cidade. Ele era benquisto e descrito como uma pessoa simpática e prestativa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Exclusivo: Aos 49 anos morre em Pitimbu Renilda de Sousa Santos