Compesa: Obra de esgotamento sanitário de Goiana está em ritmo acelerado

 Fotos: Divulgação/Compesa


Dentro da meta de universalização dos serviços de esgotamento sanitário na Região Metropolitana do Recife, a Companhia Pernambuco de Saneamento (Compesa) continua executando as obras para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da cidade de Goiana (sede municipal). A primeira das duas etapas encontra-se em ritmo acelerado, já tendo implantado mais de 43 mil metros de rede coletora de esgoto que atenderão 40 mil habitantes.



Com o aporte de R$ 65 milhões, o SES Goiana consiste na construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto e mais três Estações Elevatórias (sistema de bombeamento) que em sua primeira etapa terá a capacidade de tratar mais de 82 mil litros por segundo de efluentes ao interligar quase 7 mil residências. A previsão para conclusão dos trabalhos é julho de 2022 e a obra integra às ações do Programa Cidade Saneada, parceria público-privada entre a Compesa e a BRK Ambiental.



“Com a conclusão da primeira fase da obra, a previsão é de que sejam coletados 45% do esgoto gerado na sede municipal de Goiana, que será tratado e devolvido à natureza, obedecendo rigorosos padrões de qualidade e garantindo mais qualidade de vida e saúde à população”, explica o diretor de Novos Negócios da Compesa, Flávio Coutinho. O município de Goiana, distante 62 quilômetros do Recife, é dividido em três distritos: Sede, Ponta de Pedras e Tejucupapo. As obras em Goiana foram subdivididas em cinco etapas úteis dentro do Programa Cidade Saneada.


Assessoria de Imprensa da Compesa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana