Autores de pedido de impeachment de Bolsonaro querem acesso à íntegra do vídeo

Os advogados Thiago Santos Aguiar de Pádua e José Rossini Campos do Couto Correa, autores de um dos pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro, pediram ao ministro Celso de Mello a divulgação integral do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, informa a Crusoé.
Eles reivindicam ainda que o ministro do STF torne a gravação pública.
Em abril, os advogados entraram com um mandado de segurança no STF para obrigar Rodrigo Maia a analisar o pedido de impeachment movido por eles contra Bolsonaro por supostos crimes de responsabilidade, citando a ida do presidente a manifestações pró-intervenção militar.
Para os advogados, a suposta interferência do presidente na PF seria mais um crime de responsabilidade praticado por Bolsonaro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.