Todos Contra o Corona Vírus

Barreira do Cabo Branco: enquanto Luciano Cartaxo espera pelo governo federal, erosão da falésia cresce

Barreira do Cabo Branco: enquanto Luciano Cartaxo espera pelo governo federal, erosão da falésia cresce
Enquanto a Prefeitura Municipal de João Pessoa diz esperar pelo dinheiro do Governo Federal, para ainda fazer a licitação da empresa que vai executar as próximas obras de contenção da erosão da falésia do Cabo Branco, a barreira continua caindo e, no local, que deveria está interditado na parte de cima, parte da cerca foi arrancada por desconhecidos.

A abertura liberou a passagem de pedestres e diversas pessoas insistem em correr risco, caminhando, pedalando ou passando de motocicletas muito perto do precipício. Na semana passada, o projeto de contenção foi aprovado pelo Ministério da Integração Nacional (MIN). Devem ser investidos inicialmente, conforme a Defesa Civil Municipal, R$ 65 milhões.

O agravamento diário da erosão é facilmente percebido por conta dos deslizamentos de partes da barreira. Além disso, há fissuras no asfalto, revelando o aumento do problema. A área foi isolada, no entanto, um trecho da cerca foi derrubado, inclusive com estacas de cimento sendo arrancadas do chão.

O empresário Christiano Ferreira caminha todos os dias nas proximidades e contou sobre as mudanças na paisagem. “Uma vez estava passando aqui, quando escurecia, e não vi as rachaduras. Quase caio. Não tem iluminação. É tudo escuro. A situação é crítica. É um perigo”, comentou.

Quem também pratica atividade física no trecho é o administrador Alex Arimateia. Ele lamentou o problema. “É uma pena perder esse local porque é um patrimônio histórico. É um local tão bonito. Deveriam fazer o que em outras cidades de praias fazem para conter a erosão”, disse. Questionado se não tinha medo de pedalar no trecho interditado, informou que não. No local não há fiscalização, o que facilita a remoção de cercas de interdição.


Redação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana