Alhandra registra alta procura por atendimento de saúde em virtude de síndrome gripal

 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, de Alhandra, os mesmos cuidados adotados pelas pessoas em combate a COVID-19, como a higienização frequente das mãos, evitar locais fechados e sem ventilação, além do uso de álcool em gel e máscara, são eficientes contra os demais vírus de infecções respiratórias, as conhecidas gripes e resfriados, inclusive a conhecida gripe H3N2. Alhandra prevê, apenas para este mês, aumento de aproximadamente 35% nos atendimentos de síndrome gripal nos serviços públicos da rede municipal.

Em apenas um plantão de 24h no município de Alhandra, os atendimentos saltaram de 100 para 300 atendimentos. Esse mês de dezembro a Secretaria Municipal de Saúde, prever que o município de Alhandra, ultrapasse 5 mil atendimentos. Para dezembro a expectativa era entre 3.500 a 3.700 atendimentos, antes do aumento no número de casos de gripe. Tanto o Hospital Municipal de Alhandra, quanto o Pronto Atendimento (PA) em Mata Redonda estão recebendo os pacientes e abertos 24h com equipe de prontidão. No PA normalmente eram 35 atendimentos com os aumentos de casos com síndrome gripal já são superados 100 atendimentos por dia. 

Os sintomas mais comuns da gripe H3N2, ou a conhecida influenza A, são: picos de febre, dor de garganta, tosse, secreção nasal excessiva, dor de cabeça e no corpo e mal-estar intenso. Pode ter ocorrência de vômito e diarreia.

O vírus H3N2 tem mais riscos de complicações em idosos e crianças. E é justamente por isso que esses públicos são considerados prioritários na campanha de vacinação contra a gripe.  Pessoas com o sistema imunológico comprometido, grávidas e portadoras de doenças crônicas também devem ficar alerta para se prevenir.

Para o tratamento, é indicado que a pessoa doente faça repouso, ingestão de bastante líquido e aposte em uma alimentação equilibrada e leve. O médico também pode recomendar o uso de medicamentos antivirais e outros que aliviem sintomas de dor e mal-estar. Os casos graves da doença podem necessitar de internação. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Alhandra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.