Hospital da Restauração: Familiares de pacientes denunciam superlotação e precariedade

Hospital da Restauração: Familiares de pacientes denunciam superlotação e precariedade

O setor de neurologia é um dos mais afetados - Foto: Acervo/JC Imagem

Familiares de pacientes internados no Hospital da Restauração, localizado no Derby, área central do Recife, denunciam superlotação e precariedade na estrutura de atendimento da unidade. O setor de neurologia é um dos mais afetados.

Em imagens feitas por um comerciante, pode-se observar que, nos corredores, há filas de macas com muitos pacientes, espalhadas por todos os lados.

Relato

O comerciante contou à equipe de reportagem da TV Jornal que deu entrada com a esposa, no setor de neurologia do hospital, no último sábado (5), com fortes dores de cabeça. Ele conta que o atendimento foi feito em um espaço improvisado,  por falta de estrutura.

Ainda segundo o comerciante, o hospital não tem lençóis, travesseiros, álcool 70% para a higiene das mãos e água mineral para os pacientes.

Atendimento

Além da falta estrutura, familiares de pacientes reclamam na demora do retorno, após os atendimentos dos médicos.

Nota do HR

Em nota, a assessoria de imprensa do Hospital da Restauração reconheceu a superlotação e disse que a equipe médica não tem medido esforços para atender todos os pacientes. A direção já comunicou os problemas à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), que está buscando viabilizar leitos de retaguarda para melhorar a assistência na unidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana