Família e amigos protestam por morte de adolescente durante ação policial

                                           

Parentes e amigos se reuniram para pedir providências das autoridades, depois que o adolescente foi morto com um tiro de fuzil. - Foto: Bruno Campos/TV Jornal

Parentes e amigos de um adolescente, de 17 anos, protestaram, por volta das 6h30 desta terça-feira (20), na BR-232, na altura do bairro do Curado, sentido Recife. 

O jovem foi morto, durante uma ação da Polícia Militar, no Alto da Colina, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana.

O ato

Durante o protesto, manifestantes queimaram pneus e colchões e pediram justiça para o garoto. De acordo com eles, os PMs confundiram a vítima com um suspeito e atiraram contra ele. 

Providências

Parentes e amigos se reuniram para pedir providências das autoridades, depois que o adolescente foi morto com um tiro de fuzil.

>> Condutores de transporte escolar fazem protesto na Orla de Boa Viagem

O crime

O crime aconteceu na noite do último sábado (17), no Alto da Colina, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. De acordo com a família, o garoto estava na rua onde mora uma tia, quando policiais, que estavam em busca de um suspeito negro, o encontraram.

Ainda segundo a família, o adolescente chegou a ser abordado e imobilizado. Mesmo assim, foi atingido por um tiro de fuzil, no tórax. Ele ainda foi socorrido para o Hospital Otávio de Freitas, mas não resistiu.

Via liberada

Um congestionamento se formou ao longo da via. O protesto terminou por volta das 7h30 e, em seguida, o tráfego foi liberado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Engenheira pernambucana vai comandar fábrica da Jeep em Goiana (PE)

Vereador Sargento Torres faz requerimento para que seja suspenso por 120 dias o desconto em folha dos empréstimos consignados dos Ativos e inativos da Prefeitura de Goiana