Home Top Ad

Família e amigos protestam por morte de adolescente durante ação policial

Share:

                                           

Parentes e amigos se reuniram para pedir providências das autoridades, depois que o adolescente foi morto com um tiro de fuzil. - Foto: Bruno Campos/TV Jornal

Parentes e amigos de um adolescente, de 17 anos, protestaram, por volta das 6h30 desta terça-feira (20), na BR-232, na altura do bairro do Curado, sentido Recife. 

O jovem foi morto, durante uma ação da Polícia Militar, no Alto da Colina, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana.

O ato

Durante o protesto, manifestantes queimaram pneus e colchões e pediram justiça para o garoto. De acordo com eles, os PMs confundiram a vítima com um suspeito e atiraram contra ele. 

Providências

Parentes e amigos se reuniram para pedir providências das autoridades, depois que o adolescente foi morto com um tiro de fuzil.

>> Condutores de transporte escolar fazem protesto na Orla de Boa Viagem

O crime

O crime aconteceu na noite do último sábado (17), no Alto da Colina, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. De acordo com a família, o garoto estava na rua onde mora uma tia, quando policiais, que estavam em busca de um suspeito negro, o encontraram.

Ainda segundo a família, o adolescente chegou a ser abordado e imobilizado. Mesmo assim, foi atingido por um tiro de fuzil, no tórax. Ele ainda foi socorrido para o Hospital Otávio de Freitas, mas não resistiu.

Via liberada

Um congestionamento se formou ao longo da via. O protesto terminou por volta das 7h30 e, em seguida, o tráfego foi liberado.

Nenhum comentário