Home Top Ad

Mulher mente para marido e o convence a encomendar morte do amante em Jaboatão

Share:
Foto: Reprodução / TV Jornal

Na manhã desta sexta-feira (20), a Polícia Civil desencadeou a Operação Liquefeito, que cumpriu seis mandados de prisão nos municípios de Jaboatão dos Guararapes e Moreno, na Região Metropolitana do Recife. As prisões preventivas são referentes à investigação do assassinato do vendedor de gás Marinaldo Francisco Oliveira, idade não informada, morto em uma emboscada no bairro de Santo Aleixo, em Jaboatão, no mês de fevereiro.

Foram presos Ângela Arnaldo Silva Pereira, 51 anos, conhecida como “Côca”, e Eraldo Carlos Pereira, 52, apontados como os mandantes do crime. Vitor Alberto dos Santos França, 24 anos, o “Vitinho”, e Adilson Arnaldo da Silva, 40 anos, conhecido como “Juca”, são suspeitos de terem executado Marinaldo e também tiveram as prisões preventivas cumpridas. Paulo José Santana, 44 anos, foi preso por ter emprestado a moto para os assassinos. Por último, Fernando Joaquim de Santana, 27 anos, o “Nandinho”, preso porque seria o autor do telefonema que atraiu Marinaldo para a morte.

De acordo com o delegado Felipe Monteiro, à frente das investigações, Ângela teria tido um caso com Marinaldo e, insatisfeita com o término, arquitetou o crime. Ela falou para o marido, Eraldo, e para o cunhado, Adilson, que Marinaldo a teria assediado. A partir disso, o grupo começou a planejar a morte. Todos os envolvidos teriam consciência do homicídio e teriam sido participantes da premeditação e execução. A polícia agora vai concluir o inquérito e os suspeitos ficarão à disposição da Justiça.

Outro caso

Na última quinta-feira (19), três pessoas, procuradas por homicídio e ocultação de cadáver em Terezinha, no Agreste de Pernambuco, tiveram suas imagens divulgadas pela Polícia Civil de Pernambuco. Os irmãos Ivaniel Loepoldino da Silva, 31 anos, e Ivaldo Leopoldino da Silva, 38, e Elizabete Lima de Souza, 27, esposa de Ivaniel. O trio é procurado pelo assassinato de José Euclebson Pinto de Amorim, 36 anos, em junho deste ano.


José Adriano Leopoldino da Silva, 37 anos, que é irmão de Ivaldo e Ivaniel, foi preso nesta quarta-feira (18). Ele também é suspeito de ter envolvimento no crime.
As investigações apontaram que a vítima, José Euclebson, mantinha um relacionamento amoroso com Elizabete. O romance foi descoberto por Ivaniel, que armou um plano para matar o amante da esposa. Ele, seu irmão e a própria Elizabete levaram a vítima à força para um sítio, que pertence a José Adriano. No local, os suspeitos executaram José Euclebson com arma branca e enterraram o corpo.
O Instituto de Criminalística (IC) periciou o veículo de Ivaniel Leopoldino, que teria sido utilizado para levar a vítima para o sítio. sangue humano no porta-malas do carro. Um exame de DNA vai ser realizado para confrontar o material genético da vítima com sangue achado no veículo.

Nenhum comentário